All posts by Markering Perfect Flight

12 fev 2020

A tecnologia que monitora a produção do campo à mesa

Por: Kriss Corso A velocidade no avanço da tecnologia, o impacto e as mudanças que provoca no cotidiano da população, já que também trilha um caminho mais acessível a todos, permite ao produtor rural assumir para si as responsabilidades sobre a qualidade da produção e, com isso, realizar o monitoramento de tudo que acontece na fazenda, o que é imprescindível no campo atual. O agronegócio nunca esteve tão em foco entre as soluções lançadas no mercado tecnológico, até mesmo por influência do comportamento da sociedade, que é cada vez mais exigente sobre a procedência e as metodologias dos processos produtivos daquilo que consome. E hoje, por meio do apoio das agtechs, principalmente, é possível atender a essa demanda, inclusive por meio do rastreamento do alimento que sai das propriedades agrícolas. A partir do princípio de food safety, que implica em produtos mais saudáveis, de acordo com as orientações da ANVISA, é possível comprovar com tranquilidade a origem dos alimentos e os procedimentos aplicados nas lavouras e pastos, desde que seja feito o monitoramento e rastreamento de tudo o que acontece durante o processo produtivo – do campo à mesa do consumidor. Na atualidade, as fazendas podem ser completamente monitoradas, graças às tecnologias disponíveis. Nada passa sem registro, inclusive, e principalmente, a maneira como é feito o manejo dos defensivos e fertilizantes, vistos muitas vezes pela população como vilões. Esses produtos, no entanto, são essenciais para um cultivo em larga escala e de qualidade. Com aplicativos que oferecem as informações necessárias para preparar o solo corretamente, por exemplo, o agricultor consegue tornar a plantação mais bem-sucedida, e aplicar os insumos de maneira controlada, com o menor risco possível à natureza. As novas tecnologias definem não só os locais específicos onde devem ser aplicados os produtos, como também a quantidade para cada caso com precisão. Nesse sentido, as startups e as principais empresas do país estão sendo fundamentais, pois disponibilizam ferramentas que ajudam, ainda, no planejamento e na mensuração de resultados. Assim, é possível comprovar todos os processos e adotar a agricultura de precisão, gerando valor aos produtos por meio da certificação de qualidade e atendendo um consumidor cada vez mais consciente. Além de ser um fator importante para o mercado interno, todos esses passos impactam positivamente a exportação. O agricultor brasileiro quer, e precisa, se diferenciar cada vez mais para se tornar mais competitivo. Daí a importância na transparência dentro do agronegócio. A realidade do que acontece no campo deve ser exposta e é de interesse público. A conscientização do varejo e do consumidor sobre o assunto é também essencial, uma vez são eles que estão na ponta da cadeia, exigindo do produtor mais qualidade, segurança e informação. Unidos, podem cobrar por um “selo de garantia” das propriedades, priorizarem os produtos que são rastreados, certificar o manejo e acompanhar todo o trajeto ao alimento, do plantio à mesa. Tudo isso pode e deve ser feito. Esse é o tipo de produção que mais chama atenção no mundo. * Kriss Corso é diretor do grupo JCN, que produz soja, milho, algodão e café, e sócio-fundador da startup Perfect Flight, que promove a gestão e monitoramento da pulverização de defensivos agrícolas Informações para a imprensa: ComTexto Comunicação Integrada Juliana Cabral – juliana@ctexto.com.br Tel.: (16) 3964-7000/ 99785-7001 Talita Macário – talita@ctexto.com.br Tel.: (16) 3964-7000/99766-2767 www.ctexto.com.br
27 jan 2020

Aplicação sustentável de agrotóxicos é aposta de agtechs

A aplicação de agrotóxicos em áreas próximas a povoações é proibida no Brasil. Mas, casos do gênero continuam a aparecer e causar transtornos no país. Esta semana, mais um deles teve desfecho nos tribunais com a decisão da Justiça Federal do Mato Grosso do Sul de condenar um produtor rural, um piloto agrícola e a contratante do serviço, C. Vale Cooperativa Industrial, a pagar R$150 mil, a título de danos morais, à comunidade indígena Tey Jusu, em Caaparó (MS).

Os membros da comunidade relataram às autoridades que o avião sobrevoou moradias de sete famílias derramando um fungicida de classe 3 (moderadamente tóxico) sobre elas. A aspersão causou dores de cabeça, de garganta, diarreia e febre em crianças e adultos.

Para pôr fim a esse tipo de ocorrência no campo e reduzir o risco de o consumidor, na outra ponta, comprar produtos oriundos de práticas ilegais, duas startups do agronegócio se juntaram. A mineira Safe Trace e a paulista Perfect Flight irão lançar juntas a Perfect Trace, ferramenta que promete garantir que os agrotóxicos estão sendo aplicados dentro do raio permitido, na dose recomendada e em propriedades que respeitam, além das normas de aplicação, a legislação ambiental e trabalhista.

O casamento de ideias nasceu no programa Intensive Connection, conduzido pelo Agtech Garage, hub de inovação sediado em Piracicaba (SP), em parceria com a Bayer, OCP Fertilizantes, Ourofino Saúde Animal e Sicredi. De um total de 16 startups selecionada, a Safe Trace e Perfect Flight foram escolhidas para criar um projeto piloto na área de agricultura sustentável para a multinacional alemã, que está entre as maiores do mundo no setor de defensivos.

“O projeto com a Bayer será um primeiro passo para o lançamento do nosso novo produto na safra 2020/21”, disse Leonardo Luvezuti, gestor de operações da Perfect Flight. A startup desenha planos de voo para aplicação de defensivos com base em mapas georreferenciados das propriedades, com identificação de áreas de preservação permanente (APPs) e reserva legal, e se baseia também em dados climáticos e de infestação por pragas e doenças, ambos de parceiros, para definir o melhor momento de pulverização. A esta abordagem irá se somar o protocolo de rastreabilidade da Safe Trace, que usa o blockchain para garantir a confiabilidade das informações que entrega a seus clientes, principalmente varejistas. Em diferentes bancos de dados, a startup consulta a situação de fornecedores quanto a questões como desmatamento e trabalho escravo. Hoje, a empresa faz rastreabilidade da linha própria de frutas, verduras e legumes do Grupo Pão de Açúcar (GPA) e da carne bovina sustentável do GPA, Carrefour e BIG.

“Com o Perfect Trace, queremos criar valor para o agricultor, que poderá atestar a qualidade e a origem do seu produto. E para a indústria, que terá condições efetivas de acompanhar a produção mais de perto e auxiliar o agricultor com melhores práticas”, afirmou Vasco Picchi, diretor de novos negócios da Safe Trace. A startup já atende hoje a Bayer fazendo a rastreabilidade dos seus multiplicadores de sementes e isso pode se estender ao monitoramento de resíduos de agrotóxicos nas fazendas e eficiência no uso da água, dependendo de outros sistemas acoplados à solução.

A Perfect Flight foi fundada pelo Grupo JCN, dos produtores Kriss Corso e Josué Corso, com participação de 29,9% cada na agtech, e recebeu aporte de R$4 milhões em 2019 do empresário Norival Bonamichi, fundador da indústria veterinária Ourofino, que hoje detém fatia de 12% na startup, avaliada em R$25 milhões. Outros 23,5% são de Pedro Bonamichi e 4,7% de um escritório de advocacia. O faturamento esperado pela startup em 2020 é de R$4 milhões.

Fonte: Valor Econômico

Confira na íntegra pelo link: https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2020/01/24/aplicacao-sustentavel-de-agrotoxicos-e-aposta-de-agtechs.ghtml
21 nov 2019

Perfect Flight e Strider se unem em uma única plataforma

Nós unimos nossos serviços com os da Strider em um único espaço digital. A novidade visa facilitar a portabilidade do usuário e evitar que o produtor cliente das duas empresas precise abrir um aplicativo de cada vez na hora de analisar os dados do campo. A fusão está prevista para acontecer até o final do ano. Os softwares de cada startup poderão atuar de maneira integrada, otimizando os resultados nas propriedades e fomentando a agricultura de precisão. A união funcionará da seguinte forma: o produtor que tiver os dois serviços entrará diretamente pelo software da Strider, sem precisar entrar no Perfect Flight. Caso o cliente não queira ter as duas plataformas, basta entrar no sistema da startup escolhida “Nossos clientes e parceiros entendem que a tecnologia é fundamental para a qualidade da produção, mas reclamavam pelo excesso de plataformas. A parceria com a Perfect Flight é justamente uma maneira de complementar nosso produto e resolver esse pedido recorrente no campo”, afirma o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Strider, Paulo Vianna. A ideia surgiu pelo motivo das duas tecnologias se complementarem. A Strider desenvolve soluções digitais que impactam a operação das fazendas, com foco no controle fitossanitário. Já nós da Perfect Flight oferecemos rastreabilidade da pulverização, com geração de dados que prometem fazer o produtor a economizar tempo e gastos na aplicação excessiva de defensivos agrícolas. “Além de facilitar o trabalho nas propriedades rurais, a parceria amplia nossa atuação e dissemina a força tecnológica para a agricultura. Ao abrangermos os produtores atendidos pela Strider, consolidaremos ainda mais o poder da inteligência artificial no agronegócio”, ressalta o gestor de Operações da Perfect Flight, Leonardo Luvezuti. Ele complementa que a expectativa para o próximo ano é integrar o sistema com outras plataformas e manter a evolução do serviço prestado aos produtores. Fonte: Globo Rural
22 out 2019

#PerfectNaMídia – Perfect Flight alia tecnologia à proteção ambiental

Com mapas e rotas para pulverização área de defensivos agrícolas, startup auxilia a preservação de abelhas polinizadoras. A mortalidade de abelhas por uso de defensivos agrícolas próximo às colmeias aponta, por vezes, dificuldade de relacionamento entre produtores vizinhos. Isso porque, na agricultura, a aplicação de produtos químicos é essencial para algumas culturas, porém, para a vida das abelhas, é necessária uma distância segura nesse processo. O Mapeamento de Abelhas Participativo (MAP), uma iniciativa de pesquisa com a participação de pesquisadores da Unesp e UFSCar para o levantamento de dados sobre a mortalidade de abelhas no Estado de São Paulo, aponta que é possível a convivência de apicultores com outros proprietários rurais, desde que sejam levadas em conta o Plano de Ação Nacional voltado às boas práticas de aplicação dos defensivos. Assim, para melhorar a relação entre agricultores e apicultores, uma das ações é municiar os profissionais com informações, planejamento e serviços precisos à respeito do uso adequado de defensivos agrícolas, evitando que as abelhas tenham acesso ao produto. É nesse contexto que a Perfect Flight, startup de monitoramento e pulverização aérea, atua com o objetivo de levar responsabilidade e sustentabilidade ao setor. Trabalhar na mitigação de riscos aos polinizadores, quando levado em consideração as margens de segurança para operação aeroagrícola, pode oferecer segurança para todas as abelhas. “Em alguns casos, o forrageio, quando as abelhas estão visitando as flores, tem um raio pequeno, principalmente quando são nativas e de porte pequeno. Então, com a aplicação correta do defensivo, o risco de exposição é menor, o que propicia a preservação e conservação da fauna polinizadora”, explica Rafael Ferreira, gerente de sustentabilidade da Perfect Flight. Ainda segundo Rafael, algumas pesquisas indicam que a Apis Mellifera (abelha de ferrão) tem um raio de forrageio de 2km ou mais, “porém a abelha, assim como qualquer ser vivo, só vai ter um gasto energético grande para buscar alimento quando a fonte mais próxima estiver escassa”. Dessa forma, os problemas de forrageio em grandes distâncias poderiam ser evitados se o ambiente (mata ou fragmento de mata) estiver adequadamente avaliado com a quantidade de abelhas dentro de cada apiário. Como consequência, a delimitação da aplicação de produtos químicos torna-se mais eficaz. Com a tecnologia do aplicativo da Perfect Flight, que desenvolveu um sistema computacional capaz de ler os dados gravados nos arquivos do GPS da aeronave e gerar um relatório com um mapa visual da aplicação e informações que permitem analisar a qualidade da ação, a startup consegue traçar rota de voo para o momento da pulverização, o que impede que os defensivos cheguem a determinadas áreas, como as de criação de abelhas. Além de preservar a distância, o aplicativo oferece a previsão do tempo e os melhores dias para a aplicação do produto, evitando que o vento, por exemplo, leve o defensivo para a proximidade da criação de abelhas. O Ministério da Agricultura (MAPA), instrução normativa 02/2018, indica que as aplicações aéreas devem ocorrer com algumas restrições de margens de segurança: a 250m de áreas de vegetação nativa, a 500m de cidades ou povoações e a 250m de criação de animais. “Com o aplicativo de monitoramento aéreo da Perfect Flight, o piloto consegue justamente evitar esses pontos e garantir assertividade no trabalho, já que a tecnologia permite uma rastreabilidade da aplicação”, reforça o gerente de sustentabilidade da startup. “Respeitar as delimitações de segurança e aliar tecnologia à sustentabilidade faz parte do DNA da Perfect Flight, que nasceu com responsabilidade de oferecer serviços pautados pela preservação do meio ambiente”, afirma Rafael. O profissional também pontua que muitos clientes da startup são vizinhos de apicultores e, com o monitoramento, as abelhas ficam preservadas. Por: AGROLINK COM INF. DE ASSESSORIA
07 out 2019

#PerfectNaMídia Conectividade no campo gera qualificação setorial

A conectividade na área rural é sinônimo de maior produtividade, já que com ela é possível automatizar o trabalho e, ainda, desenvolver uma gestão estratégica por meio das informações disponibilizadas via aplicativos. De acordo com o Departamento de Inovação para a Agropecuária do MAPA, cerca de 6% a 9% da agricultura brasileira tem algum tipo de conexão, número que deve avançar com iniciativas públicas e privadas. A Perfect Flight, por exemplo, monitorou 3,184 milhões de hectares em pouco mais de três anos de atividade e, com a maior conectividade no campo, essa quantidade tende a crescer.

Para Alexis Hakim, gerente de business intelligence que fica responsável pela inteligência de dados da Perfect Flight, hoje existem diversos serviços que revolucionam positivamente os resultados obtidos nas propriedades brasileiras. Antes, o produtor não conseguia avaliar a aderência, acerto e falha das aplicações, por exemplo. Em alguns casos, por conta disso, o produtor sofria perdas significativas devido à infestação de pragas ocasionadas pela má distribuição dos defensivos.

“Agora, em 12 horas, com o aplicativo é possível identificar se a aplicação foi satisfatória ou não, o que favorece a agilidade na tomada de decisão, tudo graças à evolução digital”, enfatiza Alexis. O profissional também pontua que a conectividade no campo ainda é uma realidade em evolução, que tende a ser mais ampla e vantajosa.

Com plantações nos estados da Bahia e Minas Gerais, a Xingu Agri, referência na produção de algodão, é um exemplo de como os serviços da Perfect Flight ajudam na obtenção de produtividade. “Além do ganho tem a questão de otimização do tempo. As plantações são em estados diferentes e distantes, mas a conectividade com a internet permite que os dados cheguem ao produtor em um período mais rápido, sem perda de tempo”, analisa Tahishi Nitta, diretor de produção da Xingu Agri

O diretor ainda ressalta que “a atividade de monitoramento melhora a qualidade da aplicação e, consequentemente, da nossa produção. Aderimos ao serviço da Perfect Flight há dois anos e, na época, nossa equipe de tecnologia investiu em conectividade por conta da chegada da Perfect Flight e também para melhorar outras questões e equipamentos que dependem do sinal da web”. Segundo Nitta, a conectividade no campo está, ainda, atrelada ao desenvolvimento sustentável da agricultura.

Alexis conta que “existem empresas trabalhando para o melhoramento da conectividade no campo neste momento. Tanto gigantes da telecomunicação como startups em busca de soluções”. Ele ressalta, porém, que por causa do tamanho do território nacional ainda deve levar um tempo para que toda a extensão rural do país esteja conectada.

Para driblar a situação e não depender apenas dos investimentos governamentais, os agricultores brasileiros têm alternativas. Uma já utilizada pela maioria é adesão da internet via satélite, pontua o gerente de business intelligence.

Nas sedes das fazendas com esse tipo de conectividade, o desafio é expandir o serviço ao campo. Ciente dessa dificuldade, o processamento dos dados do aplicativo da Perfect Flight dispensa o sinal de internet. “O produtor só precisa da conectividade para submeter os logs, uma espécie de arquivo de voo que contém dados aéreos e da pulverização, e para visualizar o resultado da aplicação”, explica Alexis, mas ele ainda indica ao cliente, no mínimo, conectividade na sede da propriedade.

No entanto, para ampliar a gama de cliente e a satisfação daqueles que já aderiram ao serviço, a Perfect Fligth vem se estruturando para entregar funcionalidades que não dependam da conectividade em 100% do tempo. “Na versão do aplicativo em desenvolvimento, os dados ficarão armazenados no aparelho do produtor e o acesso às últimas aplicações poderá ser feito offline. Da mesma forma, o cliente conseguirá consultar informações atualizadas de mercado”, explica Alexis.

Para o profissional, a baixa conectividade no campo é um desafio, já que “inviabiliza análises mais rápidas”. Uma forma de entregar cada vez mais valor ao mercado, mesmo diante desse cenário, é agregar ao aplicativo novas ferramentas sistematicamente. “Mais recentemente, acoplamos ao sistema a função meteorológica, com isso ajudamos o produtor a evitar a aplicação em períodos de garoa, chuva, vento para não desperdiçar produtos e, em consequência, dinheiro”, afirma.

Fonte: Cultivar
16 set 2019

#PerfectNaMídia – Entrevista para o Confgresso da Aviação Agrícola do Brasil

O gerente de relacionamento e sustentabilidade, Rafael Ferreira, desvendou alguns mitos sobre o Congresso e explicou sua importância. Na entrevista ele também contou sobre o trabalho que a Perfect Flight realiza e todas as atividades do mercado. Confira o vídeo na íntegra.
× Como posso te ajudar?